Se eu ficar de Gayle Forman

306996-jpg-c_215_290_x-f_jpg-q_x-xxyxxEu li esse livro nos primeiros anos do ensino médio e fiz a resenha dele. Ela ficou guardada assim como outras que também irão aparecer aqui daqui a um tempo. Então espero que goste da resenha a seguir.

A ficção americana da escritora Gayle Forman – traduzida por Amanda Moura – conta em 226 páginas a história de uma garota que após uma tragédia teve a chance de escolher entre a vida e a morte em apenas vinte e quatro horas. A obra lançada pela própria autora de modo virtual com o título “If I stay” em 2009 e pela editora Novo Conceito em 2014, é dividida em 17 capítulos que são nomeados de acordo com o horário do dia da escolha, A escritora Gayle Forman além deste best-seller, tem outras obras entre elas: Somente um dia (Just one day – 2013); Somente um ano (Just ona year – 2013); e o livro que dá sequência a obra retratada nesta resenha.

O livro é marcado por lembranças da personagem principal, Mia Hall, junto com a sua família antes do acidente de carro que os matou e a deixou em estado de coma. Durante o período que Mia estava inconsciente, ela não estava propriamente dita inconsciente. A garota de 17 anos estava em um estado que lhe permita observar o que acontece ao redor durante tanta confusão e refletir sobre qual é a escolha certa a se tomar.

A autora consegue com a história trazer as emoções do leitor ao máximo de uma variação entre surpresa e melancolia. A personagem criada por Forman é uma garota comum americana retratada em livros – exceto pelo fato de tocar violoncelo em uma família em que todos preferiam heavy metal – , o que não é um fato que acrescenta valores a obra tendo em vista que se o leitor conhece a personagem, também já sabe o final da história, que é completamente previsível nos primeiros cinco capítulos. Para contornar isso, a autora nos últimos capítulos consegue deixar o leitor em dúvida, mas então toma a linha do óbvio e dá ao leitor o que ele havia previsto.

Mesmo a personagem principal sendo translúcida quanto à personalidade e ações, Forman não deixou tais características se espalharem pelo resto do elenco de sua obra infanto-juvenil. Mia tem pais peculiares e extrovertidos com juventude recém-acabada, o pai dela e os amigos dele faziam parte de uma banda que também foi extinta em alguns anos anteriores ao presente da personagem.

Um outro fato que não pode ser deixado de comentar é a rapidez da autora ao passar por grande parte das cenas, deixando o livro como se fosse uma adaptação menor de um suposto livro que realmente tem uma história completa e, isso acarreta no tamanho reduzido do livro. Por um lado , essa rapidez da autora vem a calhar já que é  uma leitura voltada ao público infanto-juvenil, mas por outra visão isso não agrada a leitores que preferem uma leitura mais prolongada.

Apesar dos incômodos ao decorrer da obra, é uma leitura que vale o tempo gasto pois a escritora conseguiu unir no livro lembranças agradáveis de se apreciar. Sejam elas alegres ou comoventes, Gayle Forman as descreve de forma resumida e com linguagem simples, mas ainda com enredo.

Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen, em que a maioria de seus artigos com foco nos jovens e nas preocupações sociais. Mais tarde, ela se tornou um jornalista freelance para publicações muitos jornais e revistas. Em 2009, lançou Forman Se eu ficar. A sequência de “If I Stay”, intitulado “Onde ela foi”, foi lançado em 2011. Contada do ponto de vista de Adam, o romance é sobre o relacionamento de Adão e Mia após o acidente. Ganhadora de muitos prêmios, a escritora vive atualmente em Brooklyn, NY, com o marido e duas filhas.

Referências Bibliográficas

GAYLE FORMAN (2014), Se eu ficar (2ª edição). São Paulo, Novo Conceito Editora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s